Associação ANALA realiza segunda reunião ordinária

Actualidade, Nacional 0 26

A Associação dos Naturais e Amigos do Leste de Angola (ANALA-FDNMBH), tem agendada para o dia 10 de Dezembro, a sua segunda reunião ordinária, com a presença de todos os membros da associação e amigos que se encontram nas 18 províncias de Angola

Diniz Kapapelo

Segundo o sociólogo Daniel Afonso Neto ‘Mbaheza’, Presidente da referida associação, o objectivo desta segunda reunião, depois da reunião constitutiva, é criar uma nova estratégia sobre a actuação da associação no país, já que a principal missão desta organização da sociedade civil é ajudar os mais necessitados e promover o bem-estar social.

A reunião, frisou o responsável, vai decorrer em Luanda na sede da ANALA-FDNMBH, localizada na Zona Verde, ao Benfica.

“Embora a associação já existe há algum tempo, estávamos a espera do credenciamento do Executivo e o reconhecimento como defensor oficioso do povo do leste”, sustentou, garantindo que já passa um ano desde que foram credenciados.

Das actividades levadas a cabo pela organização, de acordo com o Presidente ‘Mbaheza, tem a ver com a recolha e distribuição de donativos, cujos beneficiários são os mais necessitados.

“A título de exemplo, temos os idosos, considerados como desfavorecidos que passam por muitas dificuldades, como a falta de repelentes, mosquiteiros e o Estado não consegue resolver todos esses problemas”, explicou, sublinhando que, como defensores do povo, é obrigação da organização apoiar o Estado nestas acções.

Na altura da legalização, segundo disse, numa primeira fase eram 50 pessoas que compunham a associação. “Neste preciso momento estamos implantados nas 18 províncias do país”, acrescentou, para depois dizer que entre naturais e amigos, estão os do Moxico, Kuando Kubango e das Lundas que entram como naturais e os das demais províncias como amigos.

 

Indicação dos representantes provinciais

O sociólogo Daniel Afonso Neto ‘Mbaheza’ disse, por outro lado, que nesta reunião não haverá eleição de novos quadros directivos, pelo facto da direcção já ter sido eleita na primeira reunião.

“Vamos apenas indicar os representantes das demais províncias, pois além da direcção principal em Luanda, vamos também indicar uma direcção provincial, que vai responder os anseios da capital do país”, notou.

Embora a ideia da criação da organização tenha sido sua, o presidente da ANALA-FDNMBH mereceu o beneplácito de todos os associados, que durante as eleições o escolheram para liderar a organização.

 

Actividades realizadas

Segundo o presidente, há duas semanas visitaram os idosos do Beiral, uma actividade bastante difundida por alguns órgãos de comunicação social.

“Fomos também ao Luena, Lunda Sul e perspectivamos a realização de actividades noutras províncias”, explicou, para depois acrescentar que a intenção é criar, no Leste, secretariados provinciais e nas demais províncias núcleos através dos nossos representantes.

“Embora estejam na mesma equivalência, queremos apenas diferenciar a designação das representações no leste e nas outras regiões do país”, concluiu, apelando aos associados e amigos, nacionais e estrangeiros, para se fazerem presentes na actividade do dia 10 de Dezembro do ano em curso, para delinear o nosso futuro e os próximos passos da Associação dos Naturais e Amigos do Leste de Angola.

“Vale recordar que não ajudamos somente o Leste. Somos uma associação que teve a origem regional, mas a nossa actuação é nacional, tal como diz a nossa constituição, do qual a ANALA tem a sua sede em Luanda podendo ter representações em qualquer parte do país assim com no exterior”.

 

Hits: 59

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

ArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchPortugueseSpanish